sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Ranhura

###


Ranhura!
Não sei porque essa maldita não me sai da cabeça.
Queria porque queria escrever um poema com ela.
Lá na parte gloriosa eu tascaria uma bela e sonora "ranhura".
Daquelas que dá pra sentir o risco no olho de quem lê
igualzinho o jogo da velha marcado nas lentes de meus óculos.
Ranhura. Rasura. Procura. Sutura. E cura!
Porque isso é descomplicado demais
E até mesmo o queijo-cura.

Infame o que disse
Seria então sensato
limar e limbar isso
neologismo é indício de fracasso da lingua
quando a palavra nada desvela

Isso ficou um lixo
Solução?
Só uma ação é coerente:
Ranhura nisso aqui.

3 comentários:

  1. É, o negócio é mesmo complicado!
    Aquele abraço!

    ResponderExcluir
  2. Ranhura em todos os momentos de nossas vidas que ficou uma legitima merda!!
    srs

    Abraçoos!

    ResponderExcluir